???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/8811
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Efeito inibitório dos óleos essenciais de Origanum vulgare L. e Rosmarinus officinalis L. sobre bactérias patogênicas contaminantes de hortaliças minimamente processadas
???metadata.dc.creator???: Barbosa, Isabella de Medeiros 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Souza, Evandro Leite de
First advisor-co: Magnani, Marciane
???metadata.dc.description.resumo???: Hortaliças minimamente processadas são produtos prontos para consumo que foram submetidos a processos de modificação física como corte, descascamento e fatiamento, mas que preservam as características de um alimento fresco. Quando processados sob condições higiênico-sanitárias insatisfatórias, esses produtos podem representar risco microbiológico e, portanto, a sanitização é uma etapa crítica do processamento. No presente estudo foi avaliado o efeito da aplicação dos óleos essenciais de Origanum vulgare L. - orégano (OEOV) e Rosmarinus officinalis L. - alecrim (OERO), isolados e combinados em concentrações sub-inibitórias, contra as bactérias patogênicas contaminantes de hortaliças minimamente processadas Listeria monocytogenes, Escherichia coli e Salmonella Enteritidis. A identificação dos constituintes dos óleos essenciais (OEs) foi realizada por meio de cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas (CG-MS). Os efeitos inibitórios foram avaliados pela determinação da concentração inibitória mínima (CIM), índice de concentração inibitória fracional (FICI) e avaliação de contagens de células viáveis em caldo vegetal e em vegetais frescos artificialmente contaminados. Timol e eucaliptol foram os compostos majoritários detectados no OEOV e OERO, respectivamente. O valor da CIM do OEOV foi de 0,6 μL/mL frente às cepas teste em inóculo simples e misto, enquanto o valor da CIM do OERO foi de 5μL/mL frente L. monocytogenes e E. coli e 10 μL/mL frente S. Enteritidis em inóculo simples e 10 μL/mL contra o inóculo misto. O ICIF dos OEs combinados foi de 0,5 frente o inóculo bacteriano misto, sugerindo interação sinérgica. A incorporação do OEOV e OERO isolados (CIM) ou em diferentes concentrações sub-inibitórias no caldo vegetal resultou em diminuição de contagens de células viáveis de todas as cepas de teste ao longo de 24 h. Uma redução ≥ 3 ciclos log na contagem de células viáveis de L. monocytogenes, E. coli e S. Enteritidis foi observada após a exposição a CIM do OEOV. Quando expostas a CIM do OERO, essa redução foi observada para as células de L. monocytogenes e E. coli, enquanto S. Enteritidis apresentou menor redução (até 1,7 ciclos log) na contagem de células viáveis. A incorporação de OEOV e OERO combinados em concentrações sub-inibitórias resultou em redução da contagem inicial de células viáveis de todas as cepas ensaiadas, embora o tempo necessário para estabelecer esta diminuição variou de acordo com a cepa e quantidade de cada OE na combinação. Da mesma forma, OEs aplicados isoladamente ou em combinação reduziram as contagens de células viáveis de todas as cepas teste quando ensaiadas em vegetais frescos artificialmente infectados. No entanto, a exposição dos vegetais aos OEs isolados e em combinação durante 10 minutos causou uma maior redução nas contagens de células viáveis quando comparado aos resultados obtidos após 5 minutos de exposição. Em ambos os ensaios observou-se que os efeitos inibitórios dos OEs variaram de acordo com o tempo e o tipo de cepa. Esses achados reforçam a utilização racional dos OEOV e OERO combinados em concentrações sub-inibitórias para garantir a segurança e prolongar a vida de prateleira de vegetais frescos. Sugere-se ainda a realização de pesquisas científicas voltadas para o estudo da toxicidade em animais e/ou com células humanas, de modo a assegurar a inocuidade destes OEs quando aplicados em alimentos.
Abstract: Minimally processed vegetables are ready-to-eat products that undergo to a physical modification processes such as cutting, peeling and slicing, but preserve characteristics of a fresh food. When processed under unsatisfactory sanitary conditions, these products may represent microbiological risk and, therefore, sanitation becomes a critical step processing. In the present study the effects of the application of the essential oils (EOs) from Origanum vulgare L. – oregano (OVEO) and Rosmarinus officinalis L. – rosemary (ROEO), alone or combined at sub-inhibitory concentrations were assessed against the pathogenic bacteria contaminants of minimally processed vegetables, Listeria monocytogenes, Escherichia coli and Salmonella Enteritidis. The identification of the EOs’ constituents was performed by gas chromatography–mass spectrometry (GC-MS). The inhibitory effects were evaluated by determination of minimum inhibitory concentration (MIC), fractional inhibitory concentration index (FICI) and assessment of viable cell counts in vegetable broth and artificially infected vegetable over time. Thymol and eucalyptol were the major compounds identified in OVEO and ROEO, respectively. MIC value of OVEO was 0.6 μL/mL against the test strains either in single and mixed inoculum. MIC value of ROEO was 5 μL/mL against L. monocytogenes and E. coli and 10 μL/mL against S. Enteritidis in single inocula, while it was 10 μL/mL against the mixed inoculum. FICI of the combined EOs was 0.5 against the mixed bacterial inoculum, suggesting synergic interaction. The incorporation of OVEO and ROEO alone (MIC) or at different sub-inhibitory concentrations in vegetable broth resulted in decrease of viable cell counts of all test strains along the 24 h. A ≥ 3 log cycles reduction in viable cell count of L. monocytogenes, E. coli and S. Enteritidis was observed after exposure to OVEO at MIC. When exposed to ROEO at MIC, the same reduction was observed for cells of L. monocytogenes and E. coli, while S. Enteritidis presented smaller decrease (up to 1.7 log cycles) in viable cell counts. The incorporation of OVEO and ROEO combined at sub-inhibitory concentrations resulted in a decrease in initial viable counts of all strains tested, although the time requested to stablish this decrease varied according to the strain and amount of each EO in combination. Likewise, the EOs applied alone or in combination reduced the viable cell counts of all test strains when essayed in artificially infected vegetables. However, the exposure of vegetables to EOs for 10 minutes caused a greater reduction in viable cell counts compared to results obtained after 5 minutes of exposure. In both essays was observed that the inhibitory effects of the EOs varied according to the time and strain. These findings reinforce the rational use of OVEO and ROEO combined at sub-inhibitory concentrations to guarantee the safety and extend the shelf-life of fresh vegetables. It is also suggested carrying out scientific researches aimed to study the toxicity in animals and /or human cells, in order to ensure the health safety of these oils when used in food.
Keywords: Vegetais minimamente processados
Óleo essencial
Orégano
Alecrim
População bacteriana mista
Aplicação combinada
Minimally processed vegetables
Essential oil
Mixed bacterial population
Combined application
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Paraíba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências da Nutrição
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Nutrição
Citation: BARBOSA, Isabella de Medeiros. Efeito inibitório dos óleos essenciais de Origanum vulgare L. e Rosmarinus officinalis L. sobre bactérias patogênicas contaminantes de hortaliças minimamente processadas. 2015. 80 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Nutrição)- Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/8811
Issue Date: 10-Apr-2015
Appears in Collections:Centro de Ciências da Saúde (CCS) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo total.pdf1.34 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.