???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/6961
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Corpo mastectomizado e representações: rede de significações que conduzem a ação
???metadata.dc.creator???: Serafim, Roseane Christhina da Nova Sa 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Coutinho, Maria da Penha de Lima
???metadata.dc.description.resumo???: Esta tese objetivou apreender as representações sociais do corpo mastectomizado elaboradas por mulheres que se submeteram à mastectomia em decorrência do câncer de mama. Com base na Teoria das representações sociais preconizou que retirada da mama, um órgão impregnado de simbolismo sociocultural, convoca os atores sociais a reeditarem a figura do corpo feminino. Após a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, procedeu-se com um estudo descritivo e exploratório. Neste estudo, 23 mulheres entre 30 e 59 anos (M= 49 anos; DP= 5,8) foram escolhidas por conveniência, de forma intencional e não probabilística. Os instrumentos utilizados para a coleta dos dados foram o Questionário Biosociodemográfico, a Técnica do Desenho-estória com Tema e a Técnica da Entrevista Semiestruturada. A análise dos dados seguiu a especificidade do questionário e de cada técnica, por isso utilizou-se o SPSS para análise descritiva, a análise de conteúdo temática e o Alceste para análise lexical. Após a descrição dos resultados, observou-se que as participantes apresentaram uma média de seis anos de mastectomia (DP= 3,7). Quanto ao uso de prótese mamária 14 disseram que usam a prótese móvel feita de alpiste ou silicone. E com relação à satisfação com a imagem corporal 13 participantes disseram estar satisfeitas. O material gráfico-verbal apreendido através do Desenho-estória com Tema Depois após passar pela análise criteriosa de três juízes foi agrupado em três categorias empíricas (estigmatização, estratégias de ajustamento social e rede de suporte) e 12 subcategorias simbólicas. A Classificação Hierárquica Descendente dos dados processados pelo Alceste foi organizada em dois subcorpora representados por eixos temáticos. O eixo temático rede de suporte e limitações funcionais aglutinou as classes temáticas 1 (espiritualidade como suporte de proteção) e 3 (limitações funcionais). Já o eixo temático estigma e ajustamento social aglutinou as classes temáticas 2 (representação negativa do corpo no pós mastectomia) e 4 (prótese como elemento de retificação). Com base na análise dos resultados infere-se que as representações sociais objetivadas a partir dos grafismos e narrativas desvelam o corpo mastectomizado como um correspondente simbólico indissociável do sujeito da representação, do objeto representacional e da experiência existencial gerada pela descoberta do nódulo que ratifica o diagnóstico do câncer de mama e pelas sequelas oriundas não só da mastectomia, mas do tratamento que envolve também a quimioterapia e a radioterapia. O corpo mastectomizado ao emergir como ícone de estigma social objetiva-se, também, a partir da experiência intersubjetiva da fé associada a práticas altruístas, e do uso externo da prótese mamária e da cirurgia plástica reparadora. Na fala das participantes o uso da prótese móvel e a realização da cirurgia reconstrutora da(s) mama(s) configuraram-se como possibilidades de ajustamento social e retificação da pertença grupal e da imagem corporal. Como desdobramentos, esta tese sugere que sejam realizados estudos com maior número de participantes considerando a diferença de gênero, e a elaboração de ações terapêuticas mais eficazes no que concerne ao resgate da autonomia, protagonismo e autoestima das mulheres que precisam se submeter à mastectomia em decorrência do câncer de mama. Por último, almeja-se ampliar os diálogos entre o campo da oncologia e da psicologia.
Abstract: The present thesis aimed to identify the social representations of the mastectomized body made by women who have undergone a mastectomy due to breast cancer. Based on the theory of social representations, it has been established that removal of breast, which is an organ that is ingrained in sociocultural symbolism, calls the social actors to reissue the figure of the female body. After approval of the Ethics Committee in Research, an exploratory and descriptive study has been started. In this study, 23 women between 30 and 59 years-old (M= 49, SD= 5.8) have been chosen for convenience, intentionally and non-probabilistically. The instruments used for data collection were the Bio-sociodemographic Questionnaire, the Drawing-story with Theme and Semistructured Interview. The data analysis and treatment followed the specificity of the questionnaire and of each technique, so it was consequently used the SPSS for descriptive analysis, the thematic content analysis and the Alceste for lexical analysis. Thus, it is stated that among the participants the results indicate an average of six years of mastectomy (SD= 3.7). Regarding the use of breast implant 14 women said they use mobile prosthesis made of silicone or birdseed. And, concerning the satisfaction with body image, 13 participants said they were satisfied. The verbal-graphic material seized by Drawing-story with Theme, after passing through the critical analysis of three judges, was grouped into three emprirical categories (stigmatization, social adjustment strategies and support network) and 12 symbolic subcategories. The Descending Hierarchical Classification of the data processed by Alceste was organized in two subcorpora represented by thematic axes. The thematic axis of support network and functional limitations brought together the thematic classes 1 (spirituality as protection support) and 3 (functional limitations). Yet thematic stigma and social adjustment coalesced thematic classes 2 (negative representation of the body in post mastectomy) and 4 (a breast implant as a rectification element). Based on the analysis of the results, it is inferred that social representations objectified from the graphisms and narratives reveal the mastectomized body as an inseparable symbolic correspondent from the representation subject, from the representational object and existential experience generated by the discovery of the lump which confirms the breast cancer diagnosis and by the consequences arising not only from the mastectomy, but from the treatment that also involves chemotherapy and radiotherapy. Emerging as an icon of social stigma, the mastectomized body also objectifies from the intersubjective experience of faith associated with altruistic practices, and from the use of external breast prostheses and reconstructive plastic surgery. In the speech of the participants, the use of mobile prosthesis and breast reconstructive surgery configure as possibilities for social adjustment and rectification of group belonging and body image. As developments, this thesis suggests that studies with larger numbers of participants considering the gender difference, and the development of more effective therapeutic actions with regard to the rescue of autonomy, leadership and self-esteem of women who need to undergo mastectomy as a result of breast cancer. Finally, we aim to broaden the dialogues between the field of oncology and psychology.
Keywords: Representações
Corpo
Mastectomia
Estigma
Ajustamento
Representations
Body
Mastectomy
Stigma
Adjustment
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Psicologia Social
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citation: SERAFIM, Roseane Christhina da Nova Sa. Corpo mastectomizado e representações: rede de significações que conduzem a ação. 2013. 188 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2013.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/6961
Issue Date: 9-Sep-2013
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivototal.pdf3.56 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.