???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/6409
???metadata.dc.type???: Tese
Title: O Sistema de gêneros no discurso oral da criança.
???metadata.dc.creator???: Medeiros, Neilson Alves de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Faria, Evangelina Maria Brito de
???metadata.dc.description.resumo???: O presente trabalho tem como objetivo investigar a constituição do discurso oral da criança, analisando como os gêneros textuais orais podem se organizar em um sistema de gêneros. Nosso estudo se insere na perspectiva do Sociointeracionismo na Aquisição da Linguagem, levando em conta as teorias de Bruner (1975; 1977; 1985) e Tomasello (2005), que partilham a ideia de que o desenvolvimento da linguagem ocorre na interação, em que a criança é inserida em atividades de ação e atenção conjuntas, nas quais os papéis dos sujeitos são construídos. Ao lado disso, nossa pesquisa também se situa no campo dos gêneros textuais, partindo de Bakhtin (1997) e, em especial, de Bazerman (2006; 2007), para quem o gênero é concebido como uma prática situada, isto é, uma atividade sociorretórica, que leva em conta os papéis que os falantes assumem na interação e os objetivos postos em jogo e a situação na qual os textos são produzidos e recebidos. Além disso, segundo a teoria de Bazerman (2006), os gêneros funcionam dentro de um conjunto que, por sua vez, integra um sistema de gêneros. Pensando nisso, buscamos compreender como os gêneros orais produzidos por um grupo de 14 crianças e pela professora da turma compõem um sistema, que embasa as atividades relacionadas a esse contexto específico. Para a realização do estudo, fizemos o registro de 8 sessões em filmagens, com crianças na faixa etária de 4 anos, pertencentes ao mesmo grupo de uma sala de aula da Educação Infantil, em uma escola da rede privada. Nossas análises demonstram que os gêneros encontrados nas interações do grupo se articulam em um sistema dinâmico, em que os gêneros conversa espontânea e conversa regrada podem ser considerados como gêneros de base enquanto outros gêneros, como o relato, a exposição e a contação de histórias figuram como subsequentes. Ainda na perspectiva do sistema, verificamos que os gêneros orais de base dão suporte para o uso dos gêneros relativamente novos para as crianças, evidenciando que o sistema de gêneros consiste em um espaço de desenvolvimento da língua.
Abstract: This study aims to investigate the formation of children's oral discourse, analyzing how the oral genres can be organized into a system of genres. Our study adopts the perspective of Socio interactionism in Language Acquisition, taking into account the theories of Bruner ( 1975, 1977, 1985) and Tomasello (2005 ), who state that language development occurs in interaction, in which the child is inserted into action activities and joint attention, from which the roles of the subjects are constructed. Beside this, our research also discusses textual genres, from Bakhtin (1997) to Bazerman s (2006, 2007) perspective, for whom genre is conceived as a situated practice, that is, it is sociorethoric activity, which takes into account the roles that speakers assume in the interaction, the objectives and the situation in which texts are produced and received. Furthermore, according to Bazerman (2006), the textual genres function within a group which is part of a system of genres. Thus, we seek to understand how oral genres produced by a group of 14 children and the teacher of a classroom make up a system, which founds the activities related to that specific context. For the study, we made the record of 8 shooting sessions with children aged 4 years, the same group of a classroom of kindergarten, in a private school. Our analyzes show that the textual genre found in group interactions are articulated in a dynamic system, in which the genres spontaneous conversation and ruled conversation can be considered as base genre while other genres, such as the report, the exposure and the storytelling figure as subsequent genre. Moreover, we found that oral base genres support the use of relatively new genres for children, showing that the genre system consists of an apparatus for language development.
Keywords: Linguística
Fala infantil
Sistemas de gêneros
genre systems
oral genres
interaction
???metadata.dc.subject.cnpq???: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Federal da Paraí­ba
???metadata.dc.publisher.initials???: UFPB
???metadata.dc.publisher.department???: Linguística e ensino
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Linguística
Citation: MEDEIROS, Neilson Alves de. O Sistema de gêneros no discurso oral da criança.. 2013. 159 f. Tese (Doutorado em Linguística e ensino) - Universidade Federal da Paraí­ba, João Pessoa, 2013.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/6409
Issue Date: 8-Nov-2013
Appears in Collections:Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - Programa de Pós-Graduação em Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ArquivoTotal.pdf1.28 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.